Distante 200 km da cidade de São Paulo, Espírito Santo do Pinhal fica na fronteira com o Estado de Minas Gerais.

As características da região foram registradas como favoráveis à viticultura já no início do século XIX pelo botânico francês Auguste de Saint-Hilaire, quando esteve no Brasil.

Altitudes entre 1.000 m e 1.300 m, as noites frescas e a ótima insolação durante o dia proporcionam uma amplitude térmica entre 10ºC e 12ºC na época da colheita, semelhante à das grandes regiões europeias. Soma-se a isso um solo seco – com boa drenagem – e granítico, o que é especialmente indicado para uvas destinadas à produção de vinhos de alta qualidade. O resultado é um grande terroir.

O conceito de terroir exprime o conjunto de variáveis – clima, solo e intervenção humana – que afetam a natureza do vinhedo. Em Espírito Santo do Pinhal, temos um terroir próprio, com dias bastante ensolarados, noites frias, amplitude térmica e terreno granítico, o que permite um ciclo longo de amadurecimento das uvas. Nossos vinhedos ficam em uma região montanhosa, a uma altitude de 800 a 1.300 metros, com solos profundos e bem drenados.

O vinhedo é composto pelas seguintes variedades: Syrah (36%), Sauvignon Blanc (18%), Chardonnay (15%), Cabernet Sauvignon (10%), Viognier (8%), Cabernet Franc (5%), Pinot Noir (4%), Petit Verdot (2%) e Muskat Petit Gran (2%).

Em busca da tipicidade que cada uva pode imprimir nos nossos vinhos, o projeto baseou-se na identificação dos microclimas existentes – como é feito na Borgonha e no Vale do Rhône –, pois mesmo vinhedos muito próximos podem apresentar características notadamente distintas. Partindo desse princípio, dividimos os 50 hectares cultivados em 12 terroirs, que foram batizados sob a inspiração da vista que se tem de cada um deles.

Vinícola Guaspari | Terroir – Vistas

Deste vinhedo de Syrah, avistam-se as imponentes montanhas da Serra da Mantiqueira. São ao todo seis hectares da uva, que foi plantada em 2007 e vinificada pela primeira vez em 2009. No ano de 2013, antes mesmo de ser engarrafado, o vinho Syrah Vista da Serra 2011 foi considerado pelo jornalista Jorge Lucki, do jornal Valor Econômico, o melhor vinho tinto nacional na categoria "Soberano". O terroir caracteriza-se pelo solo granítico e por uma altitude em torno de 1.200 metros.

Deste vinhedo de Syrah, avistam-se  as imponentes montanhas da Serra da Mantiqueira. São ao todo seis hectares da uva, que foi plantada em 2007 e vinificada pela primeira vez em 2009. No ano de 2013, antes mesmo de ser engarrafado, o vinho Syrah Vista da Serra 2011 foi considerado pelo jornalista Jorge Lucki, do jornal Valor Econômico, o melhor vinho tinto nacional na categoria "Soberano". O terroir caracteriza-se  pelo solo granítico e por uma altitude em torno de 1.200 metros.

Este vinhedo de uva Syrah tem vista para um terreno sombreado onde um dia pretendemos cultivar chá. Plantado em 2008, já na primeira vinificação o vinhedo nos surpreendeu pela qualidade de suas uvas e personalidade de seus vinhos. A Vista do Chá ocupa uma área de pouco mais de três hectares e fica em solo franco-argiloarenoso a uma altitude média de 1.130 metros.

A 1.125 metros de altitude, esta área dedicada ao cultivo da Syrah tem uma vista muito particular: dali se vê a chuva chegando antes de senti-la, o que nos lembra que o termo tupi "mantiqueira" significa "gota de chuva" e a Serra da Mantiqueira  a  "serra que chora". O vinhedo fica em solo granítico e foi plantado em 2010.

Deste vinhedo, a visão mais marcante é a das formações rochosas que se espalham pelas encostas dos morros e que são muito características do entorno da Vinícola Guaspari.  Esta área, de solo granítico e altitude média de 1.100 metros, é dedicada exclusivamente ao cultivo da Syrah, que foi plantada em 2010.

Plantado entre 2007 e 2010, este vinhedo debruça-se sobre o vale da Serra da Mantiqueira, com suas plantações de café e seus amplos pastos. Aqui a predominância é de Syrah, seguida em menor quantidade pela Cabernet Sauvignon, pela Cabernet Franc e pela Sauvignon Blanc. O solo é granítico em toda a área e a altitude média é de 1.200 metros.

Um bosque de macadâmias margeia este vinhedo de Viognier – uva com características vegetativas muito semelhantes às da Syrah –, que foi plantado em 2011. Nesta área, que é toda de solo granítico e fica a 1.140 metros de altitude, há também pequenas parcelas de Petit Verdot e Pinot Noir.

Ao entrar neste vinhedo, é impossível não se impressionar com a mata atlântica nativa que estampa o horizonte. Esse foi o primeiro vinhedo cultivado, em 2006, que serviu também como área de teste: algumas variedades – Cabernet Franc, Cabernet Sauvignon, Syrah, Chardonnay, Pinot Noir e Sauvignon Blanc – foram plantadas ao mesmo tempo, em terrenos bastante próximos um do outro. Foi da Vista da Mata que, em 2010, saiu nosso primeiro vinho Pinot Noir. A uma altitude média de 1.200 metros, essa parcela tem solo predominantemente argiloso, com intrusões graníticas.

Cabernet Sauvignon e Chardonnay são as variedades cultivadas nesta área, que tem vista para o lago cercado por palmeiras canarienses. Plantado em 2010, este vinhedo de solo argiloso fica a 1.180 metros de altitude.

O parreiral que rodeia a vinícola foi plantado em 2010. Área de solo em sua maior parte argiloso, fica a uma altitude em torno de 900 metros – bem abaixo da maioria dos vinhedos. Aqui fizemos uma aposta para ver como uvas brancas – Chardonnay e Sauvignon Blanc – evoluiriam em altitudes baixas e os resultados têm sido muito promissores.
As variedades Chardonnay e Sauvignon Blanc compõem este vinhedo, onde as parreiras têm vista para uma casa onde morou um barão do café em tempos passados. Seu solo é argiloarenoso e, assim como o vinhedo da Vista da Vinícola, fica a 900 metros de altitude.
Deste vinhedo de Sauvignon Blanc, plantado em 2010, avistam-se as plantações de café, que são a origem e o cartão-postal do município de Espírito Santo do Pinhal. Parcela com terreno argiloarenoso, fica a 900 metros de altitude.
Muskat Petit Grand, Sauvignon Blanc e Syrah foram plantadas em 2011 nesta parcela de terra argilosa, com  vista para o município de Espírito Santo do Pinhal, com sua forte tradição italiana e suas construções clássicas da era cafeeira.
Terroir Vinícola Guaspari Terroir Vinícola Guaspari